quinta-feira, 28 de abril de 2011

E a ansiedade....

E ultimamente meu versículo chave tem sido:

"Não andeis ansiosos com coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus."

Filipenses 4:6-7

É isso aí! Orar, orar e orar, e xô ansiedade!!

Beijos, Caro... com Olívia na barriga!

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Nossa vizinhança

Festinha Isabela em dezembro/2010.

Nós moramos no bairro de Belgrano, na Cidade Autônoma de Buenos Aires. Existe também a província de Buenos Aires, que a capital é La Plata! Seria como morar em Brasília, várias coisas são diferenciadas para quem mora em Cap.Federal do resto do país. Não sei como seria estas diferenças em relação a Brasília, mas deve existir.

Bem, mas não vim aqui falar das políticas de uma capital federal e sim um pouco da nossa vizinhança, que tem suas peculiaridades em relação a outros bairros e regiões de BUE.

Moramos praticamente ao lado de uma das grandes avenidades que se chama Cabildo, que nada mais é que, a continuação da Av. Santa Fé, com muuuuito comercio e todas as coisas que precisamos, inclusive salas de cinema. É um pouco longe do trabalho do Petrus, uns 14km, mas percebemos que não seria um enorme problema para locomoção, pq contamos com a linha do metrô de um lado e a linha do trem do outro. Avenidas grandes para ir de carro, e o que o Petrus mais gosta: a bicisenda. SIIIIIM! Ele vai de bici para o trabalho! Que maravilha não?


Bem, falando da nossa vizinhança. Temos uma pracinha perto de casa, onde Lourenço e eu vamos pelo menos umas 2x por semana, pela manhã! Acabou que começamos a participar de um grupinho que estava por ali todas as manhãs. Um grupo muito legal, com crianças que vem com as avós, com babás, com mães, e todos numa "misma onda", como se diz por aqui, de dividir brinquedos, lanchinhos, dicas e até aniversários! Já criamos laços de amizades com famílias da pracinha e isso é muito importante quando você simplesmente não conhece ninguém. Alías, ajuda a não enlouquecer tanto.


Com o tempo, descobri que é uma coisa muito particular da nossa pracinha e da nossa vizinhança. E fiquei muito feliz pela bênção de termos estas pessoas queridas na nossa vizinhança!


Festinha Camila - abril/2011.



terça-feira, 19 de abril de 2011

D E S V I A N D O O O O O O O O

Lourenço, o Rei das Desviadas!

Pegou uma coriza na semana passada pela troca de temperaturas. De 25 graus passamos a 10 graus... tudo bem, nada que bastante líquido não resolva!


Maaaaas, ontem a noite na básica enrolada noturna para tomar uma sopinha,. Era o carrinho que tinha que alcançar, era queijo que tinha que pôr na sopa, azeite, pão. Chamei reforços do Petrus, eu já tinha vivido a mesma cena no horário do almoço. Depois de umas quantas chamadas de atenção para começar a comer de uma vez ele responde, como última alternativa de desviar o assunto da sopa:


- Pai, quero água!

- Come Lourenço a tua sopa!

- Pai, quero água, pá ajudá descê a meleca do nariz!


Não deu pra aguentar, a gente começou a rir! Passamos o dia falando que tem que tomar água pra descer a meleca... uma hora ele aprende!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Os filhos e seus nomes!

Estava lendo um post sobre escolha de nomes de filhos, e a pessoa escrevia sobre a nova moda de colocar nomes antigos nos bebês. Nossas escolhas foram bem simples: o Petrus já tinha um nome se fosse menino e eu já tinha umas 3 escolhas se fossem menina! Nada como ser uma pessoa flexível e poder apresentar váááárias opções... ou será que era uma total insegurança da minha parte!?

E realmente os nomes das nossas crianças são nomes antigos também.

E acho que todas as escolhas dos nomes das crianças tem uma história por trás, alguma pessoa que foi importante na nossa vida, alguma homenagem a um querido, ou sei lá. Eu escolhi os nomes de meninas de livros que lí e me apaixonei pela personagem.


Lourenço foi escolhido por causa do bisavô do Petrus, que foi muito presente na vida dele. Ela aquele bisa que levava pra brincar na oficina, ajudava a construir brinquedos de madeira. Uma pessoa que foi muito marcante na infância do Petrus. Lembro que um amigo comentou quando o Lourenço nasceu, não conseguia associar o nome Lourenço a um bebê, e sim a um senhor velhinho. Mas que com o tempo não via um nome mais perfeito que Lourenço para o nosso Lourenço :-)


Para os nomes de menina eu tinha desde sempre a opção de Sofia, por causa do livro "O mundo de Sofia", depois um amigo tratou de 'detonar' a minha escolha... sabia que em pouco tempo ia virar piada o nome da minha filha, não era o que queria. Depois queria o nome Cecília, que ainda me encanta, era de um livro também, "Através do espelho". O Petrus não gostava muito, mas enfim, tinha uma terceira opção que era Olívia, também de um livro, "Os Catadores de Conchas". E assim chegamos a conclusão dos nomes das nossas crias! Todos com nomes "antigos". Recomendo os 3 livros!


Eu ainda adoro nomes antigos, mesmo que uns estejam entrando em moda ou não. Sei lá, acho que de antigos eles não tem nada, eles tem histórias de famílias, tem charme, são lindos!


Lourenço significa: O que veio de Laurento

Olívia significa: Derivado de oliva, oliveira

Um beijão, e obrigada por passar por aqui!

Caro, com Lourenço no pé e Olívia na barriga, ainda!

terça-feira, 12 de abril de 2011

Despedidas de filho único!

Desde sábado estamos fazendo alguns programinhas de despedida de "filho único"! Acho que estamos na reta final para a chegada da Olívia!


Visitamos uma loja de brinquedos educativos, lojas de bicis e depois fomos a uma livraria que oferecia oficina para desenhar, recortar e colar, além de sorteio de livros, tudo gratuito. Programinhas deliciosos para uma tarde de outono!

A livraria foi o ponto alto do sábado! Na rua, o pessoal da livraria super bacana, uma rua tranquila e arborizada, nenhuma criança brigando (isso conta quase que 100% hehehehehehe), e o Lourenço ainda foi sortear um nr. para ganhar um livro e pegou o dele! hehehehe.



Ontem fomos assistir ao filme "Rio" que estreiou aqui na quinta-feira por aqui! Este Lourenço está ficando fã de cinema... ele a-d-o-r-a! Assistiu todo o filme colado na telona, pelo menos dessa vez entendeu que não dava pra assistir de novo, como em casa!

domingo, 10 de abril de 2011

Idiomas estrangeiros e as crianças

Gostaria de contar um pouco sobre nossa experiência com idiomas estrangeiros e a introdução dos mesmos com o Lourenço e como está sendo o processo de aprendizagem dele. Para ajudar a quem tem vontade de ensinar um idioma para o seu filho de uma maneira bem lúdica ou para quem está na mesma situação de expatriados.

Português e Espanhol


Primeiro um pouco do que passamos com o Lourenço: cada criança tem seu tempo de aprendizagem, parece uma frase batida, mas a gente esquece dela muuuuitas vezes!! Quando nós chegamos na Argentina, em Fevereiro/2010, o Lourenço já estava começando a dizer algumas palavras em Português e até formando frases de 2-3 palavras. Na época, ele estava com 1a9m. Ele simplesmente não progrediu muito no Português por um bom tempo. Sei lá, uns 4-6 meses, depois que nós tivemos no Brasil em agosto de 2010 ele voltou mais seguro com o idioma. E espanhol nem se fala, só por gestos ou apontando ou chorando.

Nós optamos (e eu acho que isso gera um ambiente de mais segurança para a criança no meio de tantas mudanças, lembre-se que apesar de não de expressarem com palavras, eles estão passando pelo mesmo processo de imersão cultural que nós, adultos) por falar português em casa. Cantar músicas, ensinar palavras, contar números, nomes das coisas, dos bichos, das partes do corpo, tudo, tudo que estava no entorno familiar era em português.

Depois de um tempo ele soltou a língua em Português, e começou a falar mesmo. Tanto que agora com 32 meses já está na fase dos "porquês". Neste meio tempo que estava mais tranquilo com o português, começou a dizer algumas palavras em espanhol. Também coincidiu que começarmos a freqüentar a igreja, a chegada da nossa TV (olhar alguns desenhos e programas de esporte na TV em espanhol) e a conhecer mais pessoas, seu ambiente cultural externo também começou a mudar. Comecei a notar que ele também sabia diferenciar um idioma do outro, mesmo que não falasse espanhol. Porque quando pessoas falavam com ele em espanhol simplesmente não respondia, apenas apontando, e se eu fizesse a mesma pergunta ele respondia em Português.

Para algumas palavras que eram muito difíceis em português ele substituia naturalmente para o espanhol. Um exemplo claro era: Obrigado que ele falava "Gacias". Era até engraçadinho.


Atualmente ele está falando português com um pouco de sotaque do espanhol (sim!!!!!). Mas tem que prestar atenção pra sentir o sotaque porteño deste meu filho! Mas se comunica muito bem em Português, canta musiquinhas, as vezes compõe umas, sobe na mesa da sala e faz discurso, reconta historinhas. Uma gracinha!



Já tivemos experiências de ele estar me fazendo perguntas e virar para a pessoa do lado e fazer a mesma pergunta em espanhol. Sem precisar pensar muito para construir a mesma frase em 2 idiomas diferentes! Acho que essa é um grande passo no aprendizado dele, e um traço bem marcante na vida dele: a flexibilidade!


Introdução ao inglês

Desde pequeno o Lourenço ouve inglês: Petrus falando em inglês, extrangeiros que já nos visitaram, assistindo filmes e olhando desenhos.


Ele não fala inglês, mas já sabe que é um idioma diferente do português e espanhol. E quando imita o Petrus falando em inglês no telefone, enrola a língua, puxando o R e L, como o do inglês.


Desde que tinha 8-9 meses começamos a deixá-lo assistindo DVDs da coleção Baby Einstein. São vários CDs e DVDs diferentes. Desta coleção temos 3: As formas, Meu bairro e Bach. Ele simplesmente ama estes DVDs. O das formas e do bairro tem algumas partes faladas e sempre colocamos em inglês, quando começou a perceber as formas no dia a dia dizia em inglês. Agora já fala elas em português.


Depois ele ganhou um monte de DVDs do Max Lucado e dos Veggie Tales. E desde sempre colocamos eles em inglês. Até eu acho estranho escutar em português ou espanhol.


Ele está em uma fase muito musical agora. Canta, pede pra gente cantar, já escolhe as músicaa que gosta de ouvir. E como os DVDs do Veggie Tales tem uma música tema em todos os desenhos e algumas músicas durante ele já está começando a cantar em inglês também (prometo fazer um filminho dele canto em inglês para publicar aqui). Eu tenho noção que isso não é 10% da sua relação com o espanhol, devido a todo o ambiente que ele vive hoje, mas para ele os idiomas fazem parte do cotidiano. E vejo também que ele separa muito bem cada um dos idiomas com que tem contato. E imagino que quando o inglês ficar mais "formal" na vida dele, será muito, muito mais fácil aprender do que uma criança que começa do zero a ter contato com o idioma. O espanhol está sendo para sobrevivência, e o inglês iniciou de forma mais lúdica, como parte divertida.


Isto é um pouco do nosso aprendizado, do Lourenço... de como podemos introduzir um idioma estrangeiro de uma maneira diferente, sem aquela obrigação, sem necessidade de "profissionais". E no fundo espero que mesmo estes aprendizados sejam para a glória de Deus, e não só para "saber um pouco mais".


Beijos e obrigada por passar por aqui!

Caro.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Parece que não é só eu!

Acabei de escrever o texto abaixo: "Não é fácil ser ET". Eis que encontro um texto, nada que ver o assunto, mas tudo a ver (???????), no site do Tofu Studio sobre decoração, e o tema é: seguir o padrão é mais fácil!

Não tem nada a ver: gestação x decoração, mas a idéia de seguir um padrão pré-estabelecido pelas massas não está em um lugar só! Me senti menos ET!!

Não é fácil ser um ET ** Um desabafo de final de gestação ** editado

Ai meninas... entendam, por favor, este post como um desabafo de final de gestação! Pode ser que depois que a Olívia nasça até pareça ridículo, mas neste momento estou precisando "falar" um pouco, EM CLARO E BOM PORTUGUÊS (pq já estou com dificuldades de me comunicar em espanhol... todo meu cérebro está voltado para meu umbigo protuberante), que ando me sentindo um ET por completo!

Acho que toda gestante já passou por isso e continuará passando por situações em que se sente/sentiu um ET ambulante! ENTÃO NÃO FAÇA ESTAS PERGUNTAS PARA UMA GESTANTE, MUITO MENOS PARA UMA QUE ESTÁ POR PARIR!!!

- Comentários sobre o tamanho (enorme) da minha barriga! Eu não sei QUANTAS vezes eu já respondi que N-Ã-O espero gêmeos! Segundo meu obstetra, as pessoas são muito más e falam demais E EU CONCORDO SEM TIRAR NEM COLOCAR. Eu sou um ser previlegiado de 1,55m (cada pessoa tem suas qualidades, a minha é ser baixinha e não tenho nenhuma bronca com isso). O que esperam as pessoas, que minha barriga seja esparramada em um abdomem comprido? hahahahahahahahaha me poupem...

- Quando é a Data Provável de Parto (DPP)? Isso eu não divulgo! Não é da conta de ninguém querer "programar" quando nascem meus filhos, isso é da conta de Deus. Nascem quando estão prontos para nascer!

- Já fez curso pré-natal/ pré-parto ou qq outra coisa do gênero? Tem gente q fica com cara de indignada quando respondo que NÃO! Tirando 1 ou outra dica útil que tem esses cursos (curso padrão de hospital), que poderiam estar em um e-mail ou então na própria consulta com um BOM obstetra ou pediatra (seres em extinção), eu não vejo nenhuma utilidade. O despreparo de uma mulher recém parida de seu primeiro filho é que fará que ela busque a Deus para encontrar paz, tranquilidade e sabedoria nestes momentos, e também meios de se adaptar, conhecer seu filho, de encontrar como todos se adaptam neste novo começo de vida: o de uma mãe e sua cria!

- Já tem a mala pronta? Essa ouço desde que tenho 7 meses de gestação! A resposta é NÃO! Meu marido disse uma coisa bem sábia: mas não precisa roupa pra parir, prá que se preocupar com uma mala tanto assim? Concordo sem tirar nem colocar! - Já está tudo arrumado para a chegada do bebê ou se já montei o bercinho ou se já qq outra coisa? Não. Eu já lavei tudo, isso sim! Mas a Olívia só deve ir para o quarto dela e do Lourenço em Junho (vamos receber reforços da família e preciso acomodar todos), pq eu vou montar o dito berço? Pra juntar pó, só pode ser isso! Outra, viemos ao mundo pelados, precisando apenas ser vestidos, amamentados e cuidados, onde existe a necessidade de ao nascer já se ter tudo? Tem que ter carrinho, tem que ter isso e aquilo! Claro que um pouco de organização é preciso. Mas muitas "necessidades" não são exatamente "necessidades do bebê".

- É menina ou menino? Menina!
- Que lindo, o casalzinho e deu! Dai eu respondo que por enquanto pretendemos ter 3 filhos. Dai a pessoa olha com cara de sapo que comeu banana verde! Porque se tenho menino e menina já tenho que estar terminada. Se tivesse só menino iam dizer: depois vai tentar a menina então, ou o contrário! Ai meus sais! Quanta bobagem, como se só ter filhos de um mesmo sexo não nos tornasse mães completas! Imagina o complexo da pobre criatura: "sou meio-mãe, pq só me nasceram meninas, buáááááááááá". hahahaha escrevendo fica até engraçado! É muito provável que no próximo filho não vou querer saber!

- Algumas outras raridades de perguntas, mas as mais freqüentes são estas, por isso elas me deixam loucas! Explico porque: quem disse que todas as mulheres e famílias precisam agir e se comportar como todas as mulheres e famílias? Eu não sou todas as mulheres, e não quero ser. Sou apenas a Caro, Carô, Carol, Caroline mãe do Lourenço e da Olívia... no meu ritmo (q é devagar) e só isso!

Se você me fez alguma dessas perguntas, por favor, não me faça mais e compreenda que há 8 meses eu ouço elas, e ainda tenho que ficar com 'aquela cara de paisagem amarela'! Se você também leu até aqui, parabéns! Você é muito minha amiga e espero que deseje me compreender e entendo que tem os melhores desejos para nossa pequena família! Era isso, Caro.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Lourenço

Olha o charme de bombacha e bota! Aproveitando o sábado nos Bosques de Palermo! Delícia total! Uma árvore gigante, papai e mamãe!
Sr. Banana!


Oi queridas!


Faz tempo que não falo nada do Lourenço por aqui!

Bem, ele anda muito engraçado, as vezes também muito espertinho pra idade dele... Mas em geral são coisas muito engraçadas que a gente morre rindo ou depois lembrando!

Agora mesmo me perguntou:


- Mamãe, puqué Taione anda de monocapim? (tradução: Porque Tyrone anda de monopatins - patinete em português?)


+++++++++++


- Mamãe, fica quetinha, papai tá falando no fone! (e isso ele falando bem baixinho e fazendo dedo de silêncio)


+++++++++++


- Que linda a mamãe!

(Quando fico com a barriga de fora e ganho um carinho gostoso no panção!)


+++++++++++

- Mamãe, não pode subir de tênis no sofá!


E assim vão, coisas e coisas que este esponjinha está sempre absorvendo ao redor!


Beijos e obrigada por passar por aqui!

Caro